undefined
arrow_drop_down
arrow_drop_down
A Diferença entre Grãos e Sementes

A Diferença entre Grãos e Sementes

A DIFERENÇA ENTRE GRÃO E SEMENTE

A grande diferença entre grão e semente não está em sua natureza, pois quanto a natureza os dois são exatamente iguais, mas está no seu propósito, porque o grão tem o propósito de ser consumido e a semente de ser multiplicada, sendo semeada e assim frutificando.

A semente tem que ser lançada à terra e o grão ao ventre. É um grande erro comer a semente como se fosse o grão, e erro ainda maior é tratar tudo como se fosse grão, e assim comer tudo, pois quem come tanto o grão como a semente correrá o risco de num futuro passar fome. O grão é guardado no Silo ou no celeiro e a semente na sementeira. O destino do grão como o grão de trigo é o moinho, e do moinho à mesa, para ser comido, e o destino da semente é voltar a terra para se multiplicar.

Como e quando se prepara a sementeira? A sementeira é preparada no momento da colheita, quando se separa os grãos das sementes. Os melhores grãos se tornam as sementes, e os comuns ou inferiores permanecem sendo grãos. Assim os melhores grãos, as sementes vão para a sementeira para serem semeadas, e os que não são separados permanecem como grãos para serem negociados ou consumidos. O grão pode até nos enriquecer, mas é a semente que nos prospera, porque ela mantém, e até pode fazer crescer a nossa riqueza. 

É um grande erro comer os melhores grãos, as sementes, em vez de semeá-los. A melhor semente nos garantirá a melhor colheita, pois a melhor semente dará o melhor fruto e uma semente comum ou ordinária dará um fruto comum ou ordinário, mas uma semente extraordinária produzirá um fruto extraordinário. A semente semeada garantirá tanto as sementes como os grãos futuros.

Pr. Aluizio de Moraes Filho